Um Editorial que não ocorreu!

Posted: 7th janeiro 2009 by Gun_Hazard in Geral
Tags: , , ,

Bom já foi falado O que É o Falha Critica.

Agora é hora de falar o que era para ser o Falha Crítica…

Inicialmente eu tinha a pretensão de juntar alguns autores amadores e colegas de Internet para lançar um e-zine.

Divulguei esta proposta nos locais onde freqüentava tive boas repercussões, exceto por um dos locais onde fui escurraçado por propor algo assim, pois lá eles tinha tido uma idéia parecida que não foi pra frente (coisa que eu desconhecia) e se ofenderam quando propus fazer o e-zine , na prática porque não seria o e-zine “do Site Deles” e sim algo mais livre que recrutava pessoas de vários locais e ambientes, depois de ser taxado de egoísta por querer fazer algo livre e aberto e não um e-zine tão nobre quanto um que carregasse o logo “deles’, larguei mão deles e continuei com quem realmente dava apoio…

Recrutei alguns colegas para isto, planos vem planos vão e começamos a juntar material.

Ai que ficou o problema…

Na prática tive apenas 1 resenha (muito boa por sinal) de um colaborador e 1 boa matéria sobre um método alternativo de lidar com Guerras dentro do RPG, e meia dúzia de textos meus sem revisão.

Muitos tinham se dispostos a fazerem traduções, pousos a aventuras, alguns a matérias e revisões, mas no fundo saiu pouca coisa.

Não sei onde esteve o erro:
– Não saber coordenar o trabalho
– Não saber motivar o grupo.
– Esperar logo de cara um grande número de colaboradores

Mas o resultado foi um só: O Projeto morreu por inanição.

Mas como eu sou um cara obstinado, resolvi prosseguir e manter o site que tinha idealizado (Inclusive tinha até o edital de abertura do e-zine número 0). E Depois de muito tentar achar uma boa hospedagem gratuita (Falta grana para bancar um site), acabei topando fazer o site como um blog mesmo.

Quais as vantagens disto:
– Não preciso me preocupar tanto com peridiocidade como seria o caso de um e-zine;
– Posso receber o retorno imediato das coisas que público, podendo interagir com os leitores;
– Não preciso ficar tão dependente de colaboração;
– Tenho mais liberdade de publicar meus textos sem muita neura;
– Fica fácil para quem procura encontrar o material oferecido;
– Tenho um local (No sentido de mais pessoal/íntimo) para reunir as coisas que fiz e que achei boas. Seria algo mais com a minha cara em vez de a cara da revista (é “Agora” acho que estou egoísta o suficiente…).

Quais as desvantagens:
Na verdade não vejo muitas além do fato de ser um mídia diferente (Mas em todos os aspectos o blog ainda é mais acessível que um PDF) e o fato de os leitores não encontrarem tanta diversidade quanto encontrariam numa revista feita por várias mãos.

Não que eu tenha desistido da idéia de um e-zine independente…
(LEIA: Direcionado a um grupo amplo ou no mínimo interessado em coisas diferentes desta mesmice, sem cuidados especiais com as pratas da casa, sem ser extremamente parcial e marketeiro).
… Mas por enquanto deixo esta idéia no gelo, quem sabe quando eu amadurecer mais e/ou quanto achar um grupo com os mesmos interesses eu não retome novamente o projeto…

PS: Só por nota vou pedir a autorização para os Autores dos materiais que recebi pra poder postá-los aqui caso os mesmo não o façam diretamente