Não sei quanto a vocês, mas preferência pro um Sistema de RPG é algo tão pessoal que as vezes chega a ser esquisito. Normalmente temos alguns ‘Sistemas Preferenciais’ ou seja aqueles com qual temos (ou o grupo tem) mais afinidade que outros.
Um exemplo disto acontece conosco e o GURPS eu mesmo tenho uma preferência por usar o GURPS para quase todas as aventuras contemporâneas que jogamos.
Recentemente nosso grupo tem experimentado jogar antigos jogos e novos jogos também, provavelmente por causa da ressaca D20 e por não se sentir atraído pelo D&D 4ªed.
Em virtude disto vamos jogar algumas aventuras com o TREVAS da Daemon, só que como disse a preferência para jogos realistas e contemporâneos é o GURPS. A ambientação do TREVAS é muito rica e divertida o sistema de magia é bem bacana prático e condizente com o sistema, mas particularmente acho o GURPS com potencial (leia ‘ferramentas mecânicas’) para jogos com personagens mais complexos e realistas, fora a familiaridade com o sistema que também é um fator decisivo nesta hora.

Em função destes fatores resolvi adaptar o sistema de magias do TREVAS para GURPS a fim de melhor usar a ambientação de um com o sistema de  regras do outro.

Não é que ficou Legal?

Nota da Adaptação: Para base desta adaptação foi usado as regras do GURPS 3 edição publicado em português. Sugerido que o leitor tenha um pouco de conhecimento sobre o funcionamento de Ambos os Sistemas de Magia para entender esta adaptação

Custo em pontos:
O Sistema de Magias do TREVAS utiliza 3 Formas: Criar; Controlar; Entender.
E 12 Caminhos: Fogo; Água; Ar; Terra; Luz; Trevas; Plantas; Animais; Humano; Spiritum; Arkanun; Metamagia.

As Formas  serão divididos em Potência e Nível de Habilidade (NH) assim como os Poderes do GURPS Supers ou o Psiquismo do Manual Básico. Com cada Forma tendo uma Potencia e NH diferentes, sendo a potencia máxima permitida para uma única Forma igual a 4.

Os custos de cada Potência de Formas são de 15 Pontos por nível, logo o personagem possuir Criar em potência 3 custará 45 pontos.
O Custo de NH de cada Forma será comprado como uma Pericia Mental/Difícil.

Combinando com as Formas temos os Caminhos o custo de cada ponto de potência dos Caminhos é de 10 pontos por nível. E tendo o Limite de Potência máxima por Caminhoigual a 10. Não sendo necessário comprar nenhuma pericia para as formas, os testes serão feitos através dos Caminhos somente.

OBS: Vale lembrar que o jogador terá de escolher um Caminho como seu “Caminho Elemental Principal” como descrito no sistema de magia do TREVAS não sendo possível adquirir ou usar o Caminho Elemental oposto ao seu “Caminho Elemental Principal”.

A Prática:
Os Níveis de Potência das Formas e caminhos irão funcionar exatamente igual aos Pontos de Focus do TREVAS (e o termo Potência foi usado aqui só para ficar mais fácil o entendimento para quem vem do GURPS, mas em qualquer momento o mestre pode substituir o Termo “Potência” por “Focus”, para melhor entendimento)
O Jogador irá somar uma (ou mais) Forma(s) com um (ou mais) Caminho(s) para definir a Potência (ou Focus) real do feitiço.
Por exemplo utilizar Criar/Fogo 3 para arremessar uma bola de fogo de 3d no inimigo irá necessitar de que a soma das potencias em Criar, mais a potência em Fogo seja igual ou superior a 3, sendo validas qualquer forma de combinação como por exemplo ‘Cria 0/ Fogo 3’; ‘Criar 1/ Fogo2’; ‘Criar 2/ Fogo1’ por exemplo.

Assim como no TREVAS, quando o Jogador combinar um ou mais tipos de caminhos com um ou mais tipos de formas ele deverá usar a menor potencia entre ambos os caminhos e a menor potencia entre ambas as formas para tentar atingir o pré requisito.
Por exemplo: um ritual ou magia que antes era feito somando os Focus para gerar ‘Criar/Entender/Humanos/Água 5’ no TREVAS será feito da mesma forma no GURPS, onde o jogador irá combinar as formas e caminhos necessários para gerar o efeito desejado. Ele deverá pegar o menor valor entre ‘Criar’ e ‘Entender’ e somar com o menor valor entre ‘Humanos’ e ‘Água’ e essa soma deverá ser maior que 5 para conseguir realizar a magia ou ritual.

Nota da Adaptação: Todas as demais características como a tabela de limites de efeitos e focus da página 107 do TREVAS, bem como as Regras para criação de Efeitos mágicos, magias de improviso e Rituais do sistema TREVAS devem ser usadas em conjunto com as regras aqui mostradas.

O Custo da Magia:
Cada efeito mágico irá custar uma quantidade em pontos de fadiga a razão de:

Potencia:             Custo em Fadiga:
1-2                                          2
3-4                                          4
5-6                                          6
7-8                                          8
9-10                                      10

Nota de Adaptação: Como a magia de Daemon é mais forte/versátil e o total de pontos de Fadiga do GURPS é bem maior que os Pontos de Magia do Daemon achei prudente Dobrar o custo de pontos para realizar as magias, em relação ao que é apresentado no TREVAS.

Complicações:
Até aqui tudo bonitinho exatamente igual ao que é feito no TREVAS, mas para que a porcaria de NH nos Formas de Magia?
Caso o mestre queira e eu aconselho veemente que use, eu sugiro que sejam feitos testes de conjuração para verificar o domínio do mago sobre a magia usada (E também acrescentar um custo em pontos a mais para o poder do mago).

O teste é feito como um teste normal de Pericia em GURPS: Joga-se 3 dados e verifica se o valor é menor ou igual ao valor de teste Efetivo:
– Um Sucesso, a magia é realizada como esperado.
– Um Sucesso Critico, a magia é realizada mas o único efeito extra é uma redução do custo em pontos de magia para a metade do estipulado.
– Uma Falha, o custo em pontos de fadiga é subtraído e a magia não foi realizada.
– Uma Falha Crítica (Olha a propaganda aí!): A Magia não foi realizada e um efeito extra pode ocorrer (GURPS MB pág147, tem uma tabelinha interessante para ajudar o mestre)

Nota de Adaptação: Assim como no caso de combinação de 2 ou mais Formas apenas a menor potencia é utilizada, o mesmo vale para o NH, em caso de combinação de 2 ou 3 Formas o valor se NH a ser testado será o menor deles.

Mais Complicações? (Porquê não? Isso é GURPS!)
Claro que isso de NH faz com que magos experientes tenham um NH maior correto?, mas para que se um fácil 18 lhe garante sucesso em 98% dos testes.
Em função disto utiliza-se as complicações. Quanto mais complexo é um ritual (Mais pontos de Potência necessários), mais difícil é de se conseguir controlá-lo (Haverá uma penalidade nos testes de NH)
Via de regra cada 2 pontos em Potência necessários para uma magia ou ritual, haverá uma penalidade de -1 no teste de NH daquela magia, arredonde para cima.
Por exemplo uma magia com Criar/Água 6 será feita com seu NH em ‘Criar’ com uma penalidade de -3.

OPCIONAL: Pré-requisitos em NH:
Por definição o mestre pode acrescentar pré-requisitos de NH também para realizar uma Magia ou Ritual de que o NH Efetivo, ou seja já considerando esta penalidade sugerida seja maior que 12, caso contrário o Mago ainda não tem domínio suficiente para arriscar tal ritual ou magia
(Claro que seria mais divertido também o mestre deixar ele tentar só para ter o prazer sádico de ver o jogador falhar, mas vai que ele dá sorte e acerta…)

Bom, acho que é só isto.

Aos que gostam de um ou ambos os sistemas e aos valentes que se arriscarem a testá-lo gostaria de ouvir suas críticas e sugestões a respeito.

Bom Jogo.

  1. balard disse:

    Bem legal 🙂 Sabe q no gurps 4 não tem mais essa separação de potencia e NH né?

    Mas eu recomendaria vc fazer diferente. Pra ficar mais interessante, deixa a Potência como o Caminho, e o NH como a Forma.

  2. Cinza disse:

    Legal Legal, eu sou fã do daemon, mais as magias infalíveis me incomodavam a ponto de eu inventar um teste pra elas na minha campanha. Saudades do bom e velho GURPS.

  3. Gun Hazard disse:

    Seja Bem Vindo Cinza.

    Testes de Controlar, Criar e Entender ficam bacanas, mesmo no Daemon. O problema é que isso tem que ser ‘um toque a mai’s e dificilmente algo simplesmente para podar jogadores.

  4. Astetresk disse:

    Miglior Viagra Senza Ricetta FoniJawn cialis generic tadalafil Oxinaxinge Kamagra Gold Review

  5. I needed to draft you one little observation so as to say thank you as before for those great methods you’ve documented here. It has been certainly pretty generous of people like you to convey freely exactly what a number of people could possibly have made available as an e book to earn some cash for their own end, even more so considering the fact that you could possibly have done it if you ever decided. The ideas also acted like a fantastic way to comprehend other individuals have similar dreams like my own to grasp good deal more on the subject of this issue. I’m sure there are many more fun occasions ahead for individuals that look into your blog post.

  6. I happen to be writing to make you understand what a wonderful experience our princess went through visiting yuor web blog. She realized too many things, with the inclusion of what it is like to possess an incredible teaching style to make the rest without problems understand various very confusing topics. You undoubtedly surpassed visitors’ expected results. Thanks for supplying those warm and helpful, trustworthy, revealing not to mention unique tips on your topic to Tanya.

  7. I’m also commenting to let you be aware of what a impressive encounter my friend’s girl gained reading through your web page. She learned plenty of pieces, which include what it’s like to possess an amazing helping mood to let other folks smoothly know just exactly several impossible subject matter. You truly exceeded our own expectations. Thank you for offering these necessary, safe, explanatory and even fun tips about this topic to Julie.

  8. doxepin cheap disse:

    I simply wanted to thank you so much once more. I do not know what I would’ve sorted out without these strategies revealed by you over that subject. It was an absolute horrifying matter in my position, nevertheless spending time with this specialized style you resolved the issue took me to leap with happiness. I will be happy for your service and then sincerely hope you realize what an amazing job you have been providing teaching some other people using your web site. Most likely you haven’t got to know any of us.